Foto do blog: Mario Lamoglia

quarta-feira, 24 de março de 2010

Pra brindar o amanhã

"(...) ponha a a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras, e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da janela.
Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria."
Artur da Távola

7 comentários:

Erica Ferro disse...

Que palavras lindas!

Sabiana disse...

Céus...
como eu passei tanto tempo sem descobrir esse blog?

a-d-o-r-ei

Bjão

Mari disse...

coloquei vc no meu blog, viu?
DEMAIS. adorei cada vírgula.
bjos.

lsc disse...

gostei do seu blog .
bonitas palavras . to te seguindo :)

Clarisse disse...

aaah, seu Artur...

Caqui é ruim, quero ter gosto de morango azedinho. Mas, gostei da parte do licor. é, eu.sou.alcoólatra OO


Beeeeeijo!

Carol Campos disse...

"Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas"
Perfeito!
Estou te seguindo, viu? Adorei mesmo aqui.
Beijos ultravioletas pra você ;*
http://ultravioletkiss.blogspot.com/

Louise Oliveira disse...

Lindo texto, inspirador, gostoso de ler.
Tks pela visita e tb adorei o seu blog.
Bjs! Lu