Foto do blog: Mario Lamoglia

domingo, 11 de março de 2012

(no poço
no fundo do poço
no fim do poço sem fundo
a mola
gasta)

Sylvia Araujo

6 comentários:

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Bom dia!
Hoje tive o prazer de conhecer seu blog e confesso que fiquei encantada com o que li.
Grande abraço
se cuida

Barbara Jovanholi disse...

Lindo espaço. Belo poema. Imenso prazer conhecer. Depois, descubra Barbara-Ella:
www.barbara-ella.blogspot.com
PAZ.

Bruno Tadeu Lopes disse...

[a vida
de tão vivida
frisa:
crio asas]

J.R. Lima disse...

no fundo,
lá no fundo,
a mola
(agora)
amolada
espreita

Lisa Alves disse...

a mola traduz esperança, mesmo que uma esperança esfolada.

Cynthia Lopes disse...

no fim do poço sem fundo
ainda tem uma mola gasta!
é a derradeira imagem
do fundo do poço.
bjs