Foto do blog: Mario Lamoglia

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Navalha


(Alto mar no final do horizonte - Joca Libânio)



À Joca Libânio e sua música perturbadoramente silenciosa.

Entorpecida.
Violada. Rarefeita.
Violentamente (desman)telada.
E toda. Viva.
Um mundo inteiro dentro
a regurgitar belezas.
Tão grande-imenso. Tanto.
Tão pouco santo. O manto.
Jardins brotando em fúria
de flor em cacto. Seco.
Rompendo estéril. Um risco.
Asas me rasgando o peito.
Nu.
Completamente nu. Alado.
No céu da boca, o sal.
A gota - gorda.
E no minuto seguinte a morte.
O calabouço. O medo.
E o calor da sorte
a me acetinar o frio.
E o sabor do vento
a me saltar dos olhos.
Enlarguecida.
Emocionada. Liquefeita.
Amanhecidamente enluarada.

(entregue)

Sylvia Araujo


33 comentários:

Erica Ferro disse...

Totalmente entregue, certo?

Linda poesia, linda mesmo. Como sempre!

Beijo.
Tava saudade de ler você.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Intenso...

espero vc nos Homens Hediondos!

Juliana M. Mesquita disse...

Repleto de intensas sensações cortantes e quentes esses versos, culminando nessa paz. Amei como vai terminando, desde o enlarguecida a entregue... Maravilhoso.

Daniel disse...

Que beleza de entrega hein?! Bjus e parabéns pelo texto.

http://submundosemmim.blogspot.com

Domingos Barroso disse...

A revelação do despojar-se
sobretudo quando a cabeça abaixada
(quase encostando ao teclado de nuvens)
...

Carinhoso beijo.

Daniela Delias disse...

Que intenso, que lindo. Bjos...

Arnoldo Pimentel disse...

Muito linda essa poesia, parabéns e tudo de bom pra você.beijos.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

UAU!
estupefata!

Lara Amaral disse...

Além dos seus escritos, que já me dilaceram por rotina, vc ainda me vem com essa música... Nossa, linda! Lindo tudo aqui.

Beijos, querida.

Tatá R. da S. disse...

Viver é assim. Sofrer, sorrir...
Belo, like always. ^^
Beijos!

Úrsula Avner disse...

Oi Sylvia,

explosão de emoções num poema intenso e metafórico até a alma... Bj.

Ana Raquel disse...

Ah,estas entregas!Soam tão forte quanto o despertar do sol...

muito doce isso tudo!
me encantei e dormirei feliz!

abraços.

Sonia Pallone disse...

Você tem realmente o poder de embriaguez das palavras e o que você escreve, acaba sempre pulsando, como um coração apaixonado... Bjs

Valéria Gomes disse...

Sem palavras. Parabéns!!!

Beijos no olhar!!!

RICARDO disse...

Sylvia
Sua afiadíssima navalha é perfurante, penetrante, instigante, delirante...

Beijo de fã!!!!

Rodrigo Passos disse...

O + dificil de ti ler, é ter que ir embora!!

Luna Sanchez disse...

É o tipo de coisa que não aceita devolução : tá lá, já!

=)

Beijo, beijo!

ℓυηα

Arnoldo Pimentel disse...

Tem selos de presente pra você nos meus blogs
palavrasnosventos.blogspot.com
haikainosventos.blogspot.com

passe lá e pegue
beijos

Insana disse...

Intenso.

bjs
Insana

Dica Cardoso disse...

Repleta, lotada, abarrotada, apinhada, replena de coisas que encantam, de força e beleza, de leveza e altivez. Descrever-te-ia nesse momento, tal qual fênix em voou livre pelos altos céus da poesia, cuja plenitude e essência pertencem apenas a ela... Infinitude!

Saudades muitas...

Abraços no coração!

Roberta Mendes disse...

Eclipsada pela sobreposição de brilhos tão intensos, lua e sol e tu.

romério rômulo disse...

sylvia:
vim conhecer.
um beijo.
romério

A.S. disse...

Sylvia,

Um poema intenso, como um grito de uma alma desnuda, caminhando para o patibulo...


BjO´ss
AL

flaviopettinichiarte disse...

sempre suprema..há anos (acho) que sinto a tua poesia!! Muito bom!! tudo o mundo já falou o que eu falaria!! bjs e artenasveias sempre!!

http://pravariar2.blogspot.com/ disse...

ê, mulher TODA!!!

fernanda disse...

olha, achei maravilhoso.
e resolvi por na minha agenda de melhores que jah li. esta entre carlos drummond e clarice lispector;
e pus em baixo seu nome;
pra eu ler sempre que puder:)

Barbara disse...

"entregue".
Ato de coragem.
E enfrentamento.

Trago Versos disse...

Bravo
=*

Canteiro Pessoal disse...

Radiante, sublime!

Priscila Cáliga

Marcelo Novaes disse...

Sylvia,


Onda batendo em
pedra lavando a
lua.









Um beijo.

Mme. S. disse...

lindo demais!

Norma disse...

Entorpecida eu também. Dizer que amei seu blog e seu jeito seria pouco. Deixemos por entorpecida então...

Cecília disse...

Meu Deus, meu Deus!!! lindo, forte, profundo, simplesmente maravilhoso. Obrigada flor!!