Foto do blog: Mario Lamoglia

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Aridez



Abundância de idéias; sentidos, interrogações - milhões!(?)
Escassez de letras, finais - das reticências! (...)
Instante de absorção. (absortos-absorventes-absorvidos: introspecção, deslumbramento, confusão desavisada)
Mas eu volto.
Muito breve chego.
E os acentos vão falar do monte de magníficas coisas-pensamentos que ando mastigando - 33 vezes a cada garfada!
Antes de pensar em engolir, prometo que cuspo. (Melhor pra digestão é gosto sem peso)
Afinal, alguém nesse mundo - você, você aí - ainda insiste em me lerdevorarseaquecer, apesar de provavelmente ter desistido de entender.
Ah... fica triste não... Apenas ouça. E sinta!
Compreensão é além-mar, deixa estar.

Cheiro pra quem fica.

Sylvia Araujo

Um comentário:

Ana disse...

E sentir é uma coisa que você sabe fazer comigo.....

E sentir é a maior das verdades!