Foto do blog: Mario Lamoglia

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Ser flor

Magnânimo o deleite da flor sob a gota de chuva. Não deveria ser preciso mais, pra gargalhar profundo. Eu ainda arrisco que talvez lhe falte uma nesga de sol. Pequena. Sutil. Mas ela ri.
- A natureza não falha - melhor seria não ser tão humana.

Sylvia Araujo

7 comentários:

Diogo S.Campos disse...

Sylvia,

Vim agradecer pela visita lá no Ninguém =]
As coisas têm andado corridas então eu não consegui parar para dar uma olhada nos seus espaços, apenas uma passada de olhos mas achei super bacana =]

Mais,começaste com Jake lá no principio?
Haha, deus, te desejo sorte^^
Aguardo sua opinião =]

Beijos
Garota,
vou acompanhar seus blogs

flaviopettinichiarte disse...

ou não devieras Ser humana...muito bons teus textos ,,susintos e profundos ...valeu tua visita no artenasveias..esquecia..nossaa!!! esse blog de cinema é tudo!! TUDOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!! obrigado por vc estar ai e volte sempre, obrigado pela preferença e não cobramos consumasão!! rsrsr...

HNETO disse...

A natureza deveria ser,
às vezes,
mais humana
e menos perfeccionista.

Sylvia Araujo disse...

Oi, Diogo!
Pois é, Jake me aguarda. rs Te dou um pitaco de capítulo em capítulo.
Obrigada pela presença e pelo carinho.


É, né Flávio... esse blog é mesmo um escândalo, até que tirem ele do ar como fizeram com o Um que Tenha. rs
Obrigada pelo seu afago!


HNETO, rapaz...
Em alguns momentos eu gostaria de estar na chuva sem esperar pelo sol, assim como a flor. Gosto de ser humanamente imperfeita, mas talvez por ser humana, quero sempre mais. E disso eu não gosto não.
Beijoca pra você e obrigada pelo cheiro aqui.

A.S. disse...

Silvia...

A gota de chuva escolhe sempre a pétala onde melhor deslize...


Beijosss
AL

Sylvia Araujo disse...

... pra depois virar mar.

Beijo pra você!

Alsan Matos disse...

Isso me lembra uma coisa... "A glória e a ruína do homem é o dom de pensar." Ou algo do tipo...