Foto do blog: Mario Lamoglia

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Luz própria

- Tá vendo?
- Não. Onde?
- Lá, bem lá no fundo. Viu?
- Não. Cadê?
- Fixa seus olhos no final da reta, bem no meio da escuridão. Tá vendo?
- Escuridão? Não. Onde?
- Fecha bem os olhos. Agora abre. Viu?
- Não. Mas que diabos você tanto quer que eu veja, criatura?
- Aquela luzinha lá no fim do túnel. Agora viu, né?
- Ah, sim, a luz... Mas ela não tá lá no fim do túnel não. Ela sai é dessa lanterna que eu insisto em carregar na testa sempre que preciso tatear o destino.

Sylvia Araujo

9 comentários:

Priscila Rôde disse...

Sylviaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, PERFEITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Eduardo Trindade disse...

Só a nós cabe iluminar a nossa estrada...
Muito bom, guria! Abraços!

Taynara.Tah disse...

E a luz sempre está lá!
Lindo!

Adorei o blog,
sigo você.
Beijos.

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

Há Você

Realizei teus desejos
Eu vi teus segredos
Realizei no escuro
Eu ouvi teus sussurros
Realizei-me em você
Eu vivi em ti
Realizei fantasias
Eu vi tua alegria
Realizei em lambidas
Eu senti tuas mordidas
Realizei em apertões
Eu senti beliscões
Realizei teus momentos
Eu fui um evento
Realizei em beijos
Eu bebi teus cheiros
Realizei com erros
Eu tive acertos
Realizei você sem pudores
Eu e ti amores
Realizei nas linhas
Eu tenho você inteirinha

Ulisses Reis®
28/03/2008

marcia cardeal disse...

...então um beijo de aniversário atrasado! Mil lanternas na testa!

Sylvia Araujo disse...

Oi, Pri!
Seria perfeito se a gente lembrasse de ligar a lanterna sempre, né? rs


Eduardo, querido...
Bom é ter você iluminando por aqui!


Taynara, seja bem vinda!
Se esparrame pelas almofadas, viu? E volte sempre.


Ulisses, querido...
Sempre divino receber seus afagos! Obrigada pelo carinho.


Márcia, Márcia... que as lanternas nunca nos larguem, né? Obrigada pelo beijo de parabéns.


Beijocas

Alsan Matos disse...

Oi, Syl.

Desculpe-me, pensei em ir lá no sábado, mas minhas pernas exauridas de tanto sobe e desce de setor 11 não me responderam...

Parabéns pelo aniversário, viu?

Ah, e obrigado pela visita no dia 4.

Adoro suas opiniões sobre o que escrevo, me ajudam um bocado, respeito-as tipo conselho de irmã mais velha (embora tecnicamente tenhamos a mesma idade, o bebezão sou eu, né?).

Beijão, saúde pra vc, seu amado e seu filho.

Alsan

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...hilos
hilan
golondrinas
sin mas
simas
que
van
ven
noches
de
retina
alejandrinas
que
dejan
alejan
una
queja
sortija
del
nido
ido
para
no
volver
chispas
tomando
champan
al
verlas
en su
cielo
de
hielo
audaces
revolver...

desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE


ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CABALLO, LA CONQUISTA DE AMERICA CRISOL Y EL DE CREPUSCULO.

José
ramón...

Sylvia Araujo disse...

Alsan, meu querido amigo, não há o que desculpar, nem agradecer. Tamos aí. É só chegar!

Beijo


Jose Ramonn,

Não conheço muito bem o espanhol, mas ter sua presença aqui, com um bocado do seu coração, já me faz feliz.
Seja sempre muito bem vindo e obrigada pelo afago poético!

Beijogigante