Foto do blog: Mario Lamoglia

sexta-feira, 7 de março de 2008

Flor


O sol está brilhando lá fora. E Ela não tira da cabeça o dia em que viu aquela flor. Jamais sentiu tamanha doçura no coração. Mas não é a flor, é Ela. As cores se misturando e o cheiro adocicado, apenas despertaram em si o sentimento de ser.
A flor é. Delicada, perfumada e com traços só seus, não saem da cabeça de quem se deixa tocar pela profundeza, da simplicidade e da pureza, que carrega consigo. E Ela se deixou tocar; acariciar, deliciar... Viu - e sentiu - o poder da vida em sua simples carapaça de vida.
O mundo está correndo lá fora. E Ela não tira da cabeça a flor que um dia viu, esparramada sobre o muro cinza - rachado, imundo. Estava lá, resplandecente - deslumbrante - em sua importância de flor. Viu - e sentiu - o sopro de amor que vinha, e se deixou acalentar, alimentar, sorrir... guardou pra si a amplidão do que viveu, naquele mínimo instante em que se deixou tomar pelo belo.
E a partir daí, tornou-se a mais linda delas... Desencantou e se encantou com as sensações que o viver nos traz. Não é mais Ela e sim Flor, com todo seu encanto e ardor.

Sylvia Araujo

3 comentários:

Virginia Lucia disse...

Filha de minhas entranhas, parte de meus sonhos, pedaço de meu coração... você não imagina o prazer de saber e sentir que você voltou a SER!!!! a poetisa viva, o ser humano sensível, a louca que deixa escorrer através dos dedos a tinta que preenche o papel de sonhos, anseios, tristezas, amarguras, mas principalmente de AMOR, esse amor imenso que você carrega dentro do teu ser. Lembre-se, estarei sempre aí(leve seus dedos mágicos ao lado esquerdo do peito - eu estarei aí) vivendo e sentindo tudo o que me permitires. Siga, não pare, estanque apenas para refletir, para repensar, mas NÃO PARE! A vida é movimento... Te amo.

Sylvia Araujo disse...

Ai, ai, ai...
Com lágrimas escorrendo (aquelas que você conhece bem) te digo: Obrigada, mãe. Sempre. E por tudo.
Te amo

Talita Baldin disse...

É sim...
Ela não tira a cabeça do sol, mas não é pela flor, Syl...
É por ELA!

^^

Puff...
As coisas de fato, são assim...
Seu passado não pode-se mudar mas o presente é explêndido e o futuro...
Ah, o futuro é nosso sol!!!
Jamais tiremos nossa mente dele!
(:

Simples assim Syl...
A amo!