Foto do blog: Mario Lamoglia

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Luminescência

Não é preciso mais que pés no chão - a terra úmida fazendo vingar o amor por entre os dedos. Do mundo, em mim, lateja a inspiração eterna da simplicidade em flor. Do que necessito pra me encher de coragem e ir: do mar sem fim, desse imenso céu brotado de estrelas, do verde mato alumiando os dias, do vento morno e nu - que leva embora pra sempre tudo que não me cabe e sobra. No peito, bem guardado, carrego o segredo do tanto em quase-nada. E a certeza de que sou a revolução que hasteia minha própria bandeira. De que sou o vivo amor - e que, por ele, respiro e pulso.     
Sylvia Araujo

7 comentários:

Sandrio cândido. disse...

instigante

Alline disse...

Vestiria essas palavras como roupa, Sylvia. Couberam perfeitamente em mim. ;)

Beeeeeijo

Cynthia Lopes disse...

pulsou em mim
bjs

A.S. disse...

"E a certeza de que sou a revolução que hasteia minha própria bandeira. De que sou o vivo amor - e que, por ele, respiro e pulso."

Belo! Muito belo!...

Beijos,
AL

Lua Nova disse...

"...leva embora pra sempre tudo que não me cabe e sobra."

Acho que esse é o segredo dos segredos... quanto mais leve a alma, mais longe vamos... mais alto o voo.
Vc continua escrevendo demais.
Beijokas e uma linda semana.

Thiago Nuts disse...

"Não precisamos de Satélites. Quem carece de cabos?
Ondas Invisíveis, Pra que?
Eu só preciso das minhas pernas pra chegar até você.
Pra processar minha mensagem, só ouvidos não bastam.
Eu quero que você veja mais do que um olho vê."
(Mundo Livre S/A - PE, Brazil)
Vc menina é um carnaval do mais belo sentimento.
Linda essa emissão de luz. É igual a um "Johrei".
Bjo menina.

flor de cristal disse...

Silvia, este seu jardim florido me deixou em êxtase, seu perfume em forma de palavras tocou meus mais nobre sentimentos.

Roubei coisinhas duas para meu Facebook e garanto que não esqueci de dar os créditos, viu?

Adorei passear por aqui e já te sigo.

Beijos carinhosos!
flor de cristal