Foto do blog: Mario Lamoglia

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tua, inteiratua

Preciso
mergulhar profundo
na melodia doce
dos teus olhos
vastos.
E lamber
esse teu cheiro
vivo
de janela aberta,
(im)perfeito amor.

 
Sylvia Araujo

9 comentários:

"Voando com Borboletas" disse...

Que delícia de poema Sylvia!
O amor e suas entranhas....
Adorei!
Vem me visitar tb, será um prazer!
Bjs
Borboleta

Roberta Fraga disse...

Lindo!

Sandrio cândido. disse...

Poema belo e que me traz suave lembranças, beijos

Insana disse...

Estava com saudades de suas palavras, meus dias sem ter o que dizer me tirou ate gosto por ler. mais volto e aos poucos recupero o que perdir..

bjs
Insana

luiz gustavo disse...

no cio do céu
flor orgias garoas
fogaréus alegorias...

Caetano disse...

carnaval de sentidos e nuvens coloridas nas suas palavras.
lindas, como sempre.

sempre bom voltar aqui.
um beijo com arinho

Ju Fuzetto disse...

mágico.

vc sempre faz melodia com as letras

beijos

Sandrio cândido. disse...

Isto é taõ bom

Carlos Leite disse...

Cara Sylvia,
Quantas vezes não nos aptece mergulhar profundamente, esquecer tudo e sentir tudo no máximo ? Ouvir aquelas músicas no máximo sem medo dos vizinhos, declamar poesia aos berros e amar sem medos também?
Gostei imenso do seu blog, se me permitir, gostaria de o seguir.

Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com